person_outline



search

Tão profundo quanto um pires

A imagem que se distorce sobre as águas, a imagem refletida em lágrimas;
O Homem foi fadado a não se entender, sobre suas garras o próprio parecer;
As respostas para seu coração vazio, o eco infinito do silêncio;
Você tocou alguém que lhe despertou o amor? Você se significou dentro do calor?
O uno vindo da carne, o viver criando seu cerne;
Como é caminhar e não encontrar pegadas?
Algum dia eu vou viver minha própria revoada?
Eu queria me dissolver em todo ser;
Toquem minha mão e levem consigo uma lembrança
A vida é uma aliança
Todo segundo nasce e morre
Todo toque é um casamento e cada beijo uma despedida
Eu fui um dos primeiros? Eu não me achei entre os ponteiros
Pin It
Atualizado em: Sex 13 Ago 2021

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222