person_outline



search

Zaragata

Janelas trancadas. A alma travada não consegue ver nada do horizonte a vir. Como grades que prendem a mente, não se sabe porque a luz se perde em pleno limiar.
Céus! Um espaço infinito em que se limita os astros, que os céus o abençoe. Um acontecimento ao ar livre, os pés passam pelo arranha-céus, vento na face. Como o céu está claro. O esforço para obter qualquer coisa, jogar-se sobre um espaço vazio.
Cair do céu. Apenas imprevisto,  num instante: Um homem caiu do céu.
Pin It
Atualizado em: Sex 16 Fev 2018

Deixe seu comentário
É preciso estar "logado".

Curtir no Facebook

Autores.com.br
Curitiba - PR

webmaster@number1.com.br

whatsapp  WhatsApp  (41) 99115-5222